Unilateral

Estou triste
Eu queria poder ser seu amigo
Amigo de verdade,
e não estar interessado em você

Eu sei que posso não te resistir
E isso pode ruir nossa ligação
Por isso choro

Eu queria tanto ser menos sexuado!
Ou não estar solteiro
Assim só me restaria com você a amizade
Nada de tristeza…

Eu não posso nem sequer manter uma amizade!
Eu preciso de querer. Droga!
Isso é como uma desgraça anunciada
E eu sou o epicentro

Como não me preocupar?
Se eu sou um monstro

Eu sou só meu sexo?
Eu sou só um desejo chamado tesão?
Onde fica minha personalidade nisso tudo?

Queria não te querer
E não correr o risco de me perder
me perder no labirinto que é isso
isso de eu ser unilateral

Anúncios

Sensual?

Me deixa brincar com seu órgão
O playground do seu corpo
Deslizar quentemente como manteiga no pão
pão volúpia enrustido em carne

Libidamente me lanço entre a tua pele feita de céu
Teus olhos castanheos me enrolando com cafagestidade
É como um sonho em que nossos corpos se enfiam um no outro

Teus enrolados cabelos são como acariciar seu coração
E aquilo entra e sai
E o amor só fica dentro
Mas o amor nos envolve

E você geme, e eu gemo
E os ovos trabalham
E o fôlego se esvai num segundo
Quase morremos
Mas ainda assim eu sou um fogo áureo que queima minha sorte

Você, você, você, você quer
Você me quer?
Você me quer?

É tão sensual
Letras de vadiagem invadem minha circulação

Eu sou teu
Eu estou seu
Então me pegue

Pra cima, as coisas tem que ir
Pra baixo, eu vou e volto
Pros lados, mexidinha encaixante…
…delirante…aproveitante

Inventando palavras
Exprimindo a dor do prazer doloridamente prazeroso
Porque é doído ter que explicar
Quase como se eu fosse fracassar não importa como eu o fizesse
E fracassei
Não expliquei
Mas eu te amo
E eu amo isso

E eu amo aquilo