Jogral

Em um jogral animalesco, tudo isso vai esquentando

sambando, enlouquecendo, xonando, obstruindo

canto odes míticas ostensivas amando, lutando, intensamente fodido

Desejo aqueles sonhos impossíveis, luto verdadeiramente

A bela esperança incólume jaz aqui melhorando o sonho-natural obviamente sensacional

 

Nada ainda beira o carinhoso amor

demasiadamente especial

Luz intensa, nudez gradativa. Único amor.

 

Fatos. Intensidade. Zero bala. Observo qualquer universo existindo tão efervescente nesse exato lugar

Espero entender

Logo eu me entretenho tanto em um objeto palpável e nu

Insensatez sensacional

 

Nunca abstendo

Mais insensatez na humanidade agora!

Bebo um naco de aceitação

Amo muito. Estou infinito

 

Sempre esperei

Minha perfeição real eterna

O amor.

Muito.

Ah, reina esse infame!

 

Jogral enfermante tão ambicioso infinito muitíssimo enérgico:

A.M.O.R.

Anúncios

VoCê E eU

Você esteve aqui
Eu sou grato por isso
Todo o amor que eu sinto Eu quis Eu quero

Eu só posso lembrar e lembrando eu vivo
E me sinto te sentindo
E me sinto, te sentindo

Não minto
Te quero, mas não preciso
Pois te tive, e isso pode ter sido finito
Mas a satisfação prossegue em minha órbita
Meu ciclo contigo pode ter tido um fim, mas não foi um fim
Você sempre existirá aqui e o que somos um para o outro é fato

Eu só posso e eu só preciso
Agradecer
Por que te tive, por que aconteceu, e agora eu posso lembrar
(eu tenho o que lembrar)

Eu pude pedir
E eu tive
Não, não é passado
Eu tenho
Aqui dentro
O mundo não apagará nós dois
Eu não deixarei que nós dois deixe de existir
Eu te amo

Foi mágico
Preciso deixar de pensar temporalmente:
É mágico
Sim, É mágico

É fantástico
É incrível
É fenomenal
A dor imensa que me fez querer destruir o mundo
Não é nada perto da recompensa de ser
A recompensa de ser aquele que compartilhou aqueles momentos com você
E eu agradeço a tudo que teve mérito por levar-nos um ao outro!

Não importa o agora, na verdade nada importa
O que importa é o que minhas lembranças me contam (E que eu nunca as perca)
O que importa é que devo estar em suas lembranças
O que importa é que, mesmo sem lembrar, fatos são verdades
e na fita magnética onde a história é gravada eu e você existimos em algum momento como nós

O que importa é meu nome, minha identidade, meu DNA
Atrelado a você, sua identidade, seu DNA, sua forma, o conceito de você
Em algum lugar
Não importa se passado, presente, não importa onde
E o como é amoroso.

Importa que outras pessoas tenham presenciado, a mim importa
Mas menos do que importa o fato de que a verdade é que existe nós
Mesmo que no passado, existe
E aqui em mim existe em todos os tempos

Sempre te amarei.
E eu sou grato e orgulhoso do meu amor.
INCONDICIONALMENTE.

Complicado

Quem diria?
Eu nunca diria
Eu te querer tanto

Eu podia dizer que és uma pessoa gorda
Que gosto é do teu irmão
E nunca me interessaria
E então o falado perde o significado

Eu te quero
Queima, queima, queima!
Essa sensação de que por ter amizade
É direito ter mais
Essa idiotice

Me pegue, me tenha
Te quero, me sufoco

Amizade
Será que consigo?
Quero meu tesão incorporado em você

Quero meu tato sentindo o que só você tem a oferecer
E seu gosto
E seu corpo
Seu corpo, seu corpo, seu corpo

Te quero, quero tanto, quero muito
quero mais do que demonstra a ideia que você está tendo em sua mente agora

Eu quero muito
E é complicado,
por que amizade se coloca entre

E então…
Não quero te perder
Mas também não quero perder a oportunidade de te ter.
Como faz?
comofas

LGAC