Apaixonado

Eu sou o romântico
Eu sonho romance
Eu busco seu eu em mim
Eu vejo seu eu nos meus olhos no espelho

Quero acordar vendo teus contornos contra o matiz matinal
Arrumar a cama impregnada de memórias
Compartilhar o banheiro
Sair pra voltar pra onde estávamos antes depois

Cuidar de você
Ser quem você tem te esperando sempre
Ser quem te ajuda a ser quem você é
Ser a pessoas de quem você aceita o amor

Me olhar e ver seus rastros invisíveis em mim
Só eu posso sentir
Me envolvendo, me tornando seu
Me tornando feliz

Falar sobre a vida, o que estivemos fazendo
Cotidiano de casal
Vida de gente
Felicidade de humano, amor

Ter você sempre à mão
Logo ali do lado
Todo dia reatando nossos laços
Revigorando-nos nessa fonte especial exclusiva

Sobrevivendo no mundo fatal
Nos apoiando um no outro com braços ternos
Uma verdadeira muralha de proteção
A verdadeira noção de família

Sendo bom demais pra mim pra crer
Meu coração nunca mais vai desacelerar
Meus olhos agora sempre irão brilhar
Meu corpo sempre vai pedir por mais

Aproveitamos juntos uma diversão
Momentos para pra sempre serem lembrados
Amor para sempre compartilhado
Decisões nos uniram e as abençoamos
E nos abençoamos

Voltamos a nos entregar à inconsciência
Juntos. Sempre juntos. Para sempre juntos.
Ver como última coisa você é tanto!
E estará aqui quando acordarmos juntos.

Até que a morte… venha…

Anúncios

Incêndio Pulsante

Vejo o sol brilhar
E sinto meu pulsar
Ao notar o calor solar e o meu
E a paridade de forças do fogo

Me ardo no fogo celestial que
incendiou o inferno
E queimarei quem não fugir pra enfrentar
Mas as chamas aquecerão sem prejuízo
Aos que ficarem do meu lado

Meus olhos vermelhos estão vendo
O rio de água fervente que de mim desce
Está indo para meu coração

Meu coração que bate por flamas alheias
Não há páreo para a purificação flamejante
Ou limite do calor de um sorriso
E esse calor eu quero
E o mormaço de um abraço
Ou amasso

Nada de cinzas depois
Há elementos intermináveis
Eternas puras explosões
De alegria, de felicidade e coragem
Saturação de lava sentimental
Um gêiser que se espalha

E o que quero
Calor corpóreo
E mais
Calor dos sonhos

Quero

Estou altamente
querendo me sentir volátil
Quero ser o escarlate sangüíneo

Quero sentir o amor
E ser amado
Por alguém que se sentiria
Nylon dobrado por altas temperaturas e rasgado
se não fosse só meu
E essa pessoa é só minha
É do que eu preciso

Quero
Que um corpo de carne
Queira fazer meu espírito feliz
E tenha tesão por mim
(como o mar tem água pra Terra ser azul)

Espirais envoltam-me
Escadas ascendentes de sonhos
Da planta dos pés ao centro dos meus neurônios
Ensejo por amor

Eu quero…
Ver alguém como por milagre
Só ser feliz se em meus redores e proximidade

Ó, quero intimidade
Me colar no Universo
Me dobrar como papel
Não por dor, como agora
por especialidade de prazer
E sonoramente, demonstrar

Quero
Quero ser ciente e adoravelmente
Estar, ser ciente
De cliente que sou do velado ou não tal coisa
Amor
É o que quero ser

Ser tratado com ternura
Um amor romântico
ao mesmo tempo…
fraternal, maternal, paternal e amizade
E por isso mesmo, muito sexual, ou não por isso

Quero sentir confusão em minhas sinapses
Quero que o que entre em meu peito
Seja um cheiro repetente
Que eu considero e se considera
Como sendo meu

Quero
É tanto assim o que quero?
Só me diz me beijand
Eu não vou ouvir, prometo!
Não te interromperei

Só me faz parar de respirar

Me diz, se você quer
Me dar o que
Tanto e com tanto ardor
Dourado ao sol pra parecer merecer
Rezando com alma
Parecendo um anjo de fé sem querer
Me diz se quer
O mesmo
O que eu tanto

Quero.