Esquecer

Como esqueço um amor que não me quer
Cubro as pegadas deixadas no meu coração
E exalo o cheiro que meus sensos gravaram?
Tantos sonhos não vividos trancados
Quebrando minha vida a cada segundo que passa
Pedaços de mim que foram com você
Preciso me devolver a mim mesmo
Acatar as ordens da sobriedade
Exilar o amor de meu peito
Censurar as ordens do sentimento
Estou exasperado de esperar
Preciso parar de te lembrar
Mas como o amor é liberto?
Como eu esqueço que você é tudo?
Como faço com que alguma coisa além de você passe a existir pra mim?
Não quero, me pega em seus braços
Preciso ter força, apaga essa estrofe
Morrer, parece ser a única saída
Posso ensinar meu coração a usar o apagador?
O botão de deletar que devia existir
Onde, Deus, onde está?
Eu preciso do seu amor
Eu necessito, entretanto, não precisar
Se isso for possível
Eu preciso…
o que eu estava dizendo mesmo?

Um comentário em “Esquecer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s